Tradução | Yuzuru Hanyu dá aula gratuita para crianças

domingo, 20 de agosto de 2017
Boa noite!

Hoje trouxemos a tradução de uma notícia bem interessante sobre o Yuzu que saiu recentemente no Kyodo News. Aqui está:



https://english.kyodonews.net/news/2017/08/e72bd7dfc60c-gallery-star-figure-skater-hanyu-gives-children-free-lessons.html






A estrela da patinação Yuzuru Hanyu dá lições gratuitas para crianças


YOKOHAMA - A estrela da patinação Yuzuru Hanyu ofereceu lições gratuitas para cerca de 70 jovens patinadores durante um evento promocional perto de Tóquio. 

Yuzuru apresentou seu programa na Bank of Yokohama Ice Arena em Yokohama, antes de instruir um grupo de crianças, incluindo alunos da escola elementar.


https://english.kyodonews.net/news/2017/08/e72bd7dfc60c-gallery-star-figure-skater-hanyu-gives-children-free-lessons.html


70 jovens patinadores foram escolhidos dentre as 2600 inscrições para o evento de duas horas no rink, que traz memórias especiais para o patinador - ele treinou lá depois que foi realocado depois do terremoto e da tsunami que abalaram o noroeste do Japão em março de 2011.

O bicampeão mundial de 22 anos não facilitou para as crianças, sempre lhes dizendo para ficar em pé e os encorajando, dizendo "bom trabalho!" depois de ver eles patinando timidamente atrás dele.


https://english.kyodonews.net/news/2017/08/e72bd7dfc60c-gallery-star-figure-skater-hanyu-gives-children-free-lessons.html


Hanyu recebeu muitos cumprimentos quando entrou e saiu do gelo no rink, formalmente conhecido como Kanagawa Skating Rink, que foi reconstruído para atender aos padrões internacionais e foi reaberto em dezembro de 2015.

Hanyu está pronto para competir nas Olimpíadas de Inverno em Pyeongchang, na Coreia do Sul, em fevereiro de 2018.


https://english.kyodonews.net/news/2017/08/e72bd7dfc60c-gallery-star-figure-skater-hanyu-gives-children-free-lessons.html










Muito legal essa ação do Yuzuru, né?
Tenham uma ótima semana!


Nathan Chen

quinta-feira, 17 de agosto de 2017
Olá, tudo bem?

Hoje vamos falar de mais um patinador: Nathan Chen.

Fonte

Nathan nasceu em Salt Lake City, em 1999. Ele veio de uma família de imigrantes chineses que se mudou para os EUA em 1988. Ele começou a patinar com 3 anos. A sua mãe conta que a primeira vez que patinou, ele gostou tanto da experiência que chorou quando teve que sair do rink para que o gelo fosse arrumado.

Além da patinação, Nathan já fez balé e ginástica artística.

Em 2011-2012, ele venceu o nacional dos EUA na categoria júnior. Em 2012-2013, estreou no Grand Prix Junior, vencendo a etapa da Áustria. Mas uma lesão impediu que prosseguisse no evento. No Nacional Júnior ele conquistou o bronze.

Na temporada de 2013-2014, Nathan venceu as duas etapas no Grand Prix Júnior que participou e ficou em terceiro lugar na final. No Mundial Júnior, ele também ficou na terceira posição.

Em 2014-2015, Nathan ficou em segundo lugar na etapa da Croácia do Grand Prix e em quarto no Mundial Júnior. Pela primeira vez, ele participou da categoria sênior do Nacional, ficando em oitavo.

A temporada de 2015-2016 marcaria a transição definitiva para o sênior nas competições internacionais. Nathan participou do Grand Prix Júnior, vencendo a final pela primeira vez. No Nacional dos EUA, ele conseguiu a terceira posição. Ele participaria ainda dos Mundial Júnior e do Mundial, mas sofreu uma séria lesão na região do quadril. Como resultado, ele teve que fazer uma cirurgia e ficar 6 meses fora do gelo.

Fonte


Em 2016-2017, Nathan voltou às competições, ficando em quarto e em segundo lugar nas duas etapas em que participou. Foi na final que ele começou a surpreender, ficando em segundo lugar, deixando para trás nomes como Shouma Uno, Patrick Chan e Javier Fernandez.  No  Campeonato dos Quatro Continentes, ele obteve sua primeira vitória de uma competição sênior internacional, superando Yuzuru Hanyu. Em seu programa longo, Nathan foi o primeiro homem a conseguir executar com sucesso 5 quádruplos.

Nathan atualmente treina em Michigan e na Califórnia. Alguns de seus rivais acabaram se tornando seus amigos, como Adam Rippon e Patrick Chan.

A parte artística acabou ficando um pouco em segundo plano no desenvolvimento de Nathan como patinador. Ele se focou mais na parte atlética, chegando aos saltos quádruplos. Recentemente, ele vem trabalhando em melhorar o lado artístico.

Já falamos mais um pouco sobre a vida pessoal dele neste post aqui.

Até mais!


Sites sobre patinação

quinta-feira, 10 de agosto de 2017
Olá, tudo bem?
Hoje vamos falar sobre alguns sites interessantes relacionados à patinação. Aqui no blog usamos muitos deles como fonte de informação para as postagens. A maioria deles está em inglês. Segue a lista:

http://www.isu.org/en/home


É o site oficial da ISU. Lá podemos ver datas de competições, resultados detalhados (inclusive com os protocolos de notas), regras do esporte, além de uma revista (ISU World), que pode ser lida online. Também não podemos esquecer do canal de Youtube ISU Junior Grand Prix, que apresenta as etapas do Grand Prix Junior.

O Golden Skate tem várias reportagens sobre eventos e patinadores, além de um fórum com usuários bem ativos.


https://www.ifsmagazine.com/

 

Essa é uma revista sobre patinação. Embora seja paga, é possível acessar alguns conteúdos de graça.

https://www.fsuniverse.net/forum/

 

Este é outro fórum bem movimentado. Bom para ver informações rápidas sobre competições.

https://www.olympic.org/figure-skating

 


 Essa página fala sobre atletas e eventos, tendo em vista as Olimpíadas.


http://web.icenetwork.com/home


Outra página com muitas notícias sobre patinação. Eles também possuem um serviço de assinaturas com transmissão dos eventos de patinação, mas é bem caro.

http://magiageladapatinagememportugues.blogspot.com.br/

 

Esse é um blog português sobre patinação. Lá tem muitas informações sobre competições, tradução de entrevistas e análises do desempenho dos patinadores conforme os protocolos.

http://www.cbdg.org.br/ 

 

É o site da Confederação Brasileira de Desportos no Gelo. Lá podemos ver informações sobre os atletas brasileiros.



E você, tem alguma outra página que indicaria?

Até mais?

Como funcionam as principais competições

domingo, 6 de agosto de 2017

Olá, tudo bem?

Hoje vamos falar um pouco sobre o funcionamento das principais competições.

Fonte

Nacionais



Começamos com os Nacionais. Esses eventos não são de responsabilidade da ISU, mas das federações de cada país. As regras podem variar conforme o país. Geralmente há competições regionais prévias para classificar os atletas para o evento em si, mas os principais nomes não costumam participar dessas etapas classificatórias. Além das categorias do sênior, há competições de júnior, novice e outras categorias. Esses eventos são muito importantes para a definição dos times de cada país. Para o atleta, ser escolhido para o time significa a possibilidade de participar dos principais eventos internacionais, como os Jogos Olímpicos, Mundial, Europeu e Campeonato dos Quatro Continentes.

É importante lembrar que a escolha do time nacional não necessariamente vai seguir a ordem do Nacional. Alguns países usam outros critérios para montar a equipe, como o desempenho no Grand Prix. É difícil que alguém que chegue na final do Grand Prix perca o lugar no time por causa de um mau  desempenho no Nacional, a não ser que muitos atletas do mesmo país cheguem a final.

Em geral, os nacionais acontecem após o Grand Prix e antes do Europeu e do Campeonato dos Quatro Continentes.

Campeonato Europeu


O Campeonato Europeu acontece entre o Grand Prix e o Mundial e envolve patinadores de toda a Europa, inclusive de Israel e Turquia. O número de vagas por país é escolhido com base nas colocações antigas no mesmo campeonato. Dependendo da performance anterior, as nações recebem 3, 2 ou 1 vaga. Ou seja, mesmo que um país tenha muitos atletas bons, no máximo poderá enviar 3 por categoria, abrindo espaço para patinadores de nível menor que defendem outros países. Há também um índice técnico mínimo para o atleta entrar no evento. Os países enviam os atletas classificados em seus times, podendo usar substitutos caso os patinadores do time não queiram ou não possam participar do evento.

Campeonato dos Quatro Continentes


O Campeonato dos Quatro Continentes funciona de forma semelhante ao Europeu, com a diferença de que participam atletas de todos os outros continentes que não sejam a Europa. Daí o nome "quatro continentes", que se refere a América, África, Ásia e Oceania.

Mundial


O Mundial acontece após o  Europeu e o Campeonato dos Quatro Continentes e envolve os atletas de todo o mundo. A distribuição de vagas por países funciona da mesma forma que esses outros campeonatos. Temos também os índices técnicos mínimos que devem ser atingido pelos atletas. Novamente vemos a importância do time nacional, que define os atletas que participarão desse evento. Esse é considerado o principal torneio de um ano que não tem Olimpíadas.

Grand Prix


O Grand Prix tem 6 etapas: NHK Trophy (Japão), Rostelecom Cup (Rússia), Cup of China (China), Skate América (EUA), Skate Canadá (Canadá) e Trophé de France (França). Geralmente, os patinadores participam de 2 eventos, mas há casos em que competem em apenas 1. Os lugares em que eles terminam a competição valem um determinado número de pontos (exemplo: 1º lugar 15, 2º 13). Soma-se os pontos dos dois eventos que o patinador participa. Os 6 melhores colocados após a disputa dos 6 eventos se classificam para a final. Caso um patinador participe de apenas uma etapa, ele ficará apenas com os pontos dela e é praticamente certo que não se classificará para a final.

Ao contrário dos outros eventos, as federações podem enviar mais do que 3 patinadores para disputar as etapas, com o limite de 3 para a mesma etapa. Por causa disso, ele acaba sendo a porta de entrada para nomes novos ou de segundo escalão de países com times muito fortes, como Rússia e Japão.

Também é importante lembrar que na final do Grand Prix competem sempre os 6 melhores, não importando que tenham mais de 3 patinadores de um país. Isso aconteceu recentemente na categoria feminina, em que tivemos 4 russas se apresentando na final de 2016/2017.

Olimpíadas


Finalmente, temos as Olimpíadas, a qual já demos maiores detalhes neste post. A regra é parecida com o Mundial: temos as vagas por país e índices mínimos. Na etapa de repescagem (Nebelhorn Trophy, em setembro) só serão decididas vagas únicas para cada país, já que todos os times que conquistaram 2 ou 3 vagas já as receberam no Mundial. No caso da Isadora, por exemplo, o que realmente está em disputa é uma vaga para o time do Brasil, que será composto de uma atleta. Como ela é a melhor atleta, acaba que a vaga já vai ser dela de qualquer forma. Imagino que seja esse o caso da maioria dos outros países que não se classificaram.

Por hoje ficamos por aqui.

Até mais!



5 dicas para recuperar os músculos depois do treino

quinta-feira, 3 de agosto de 2017
Olá!

Quem patina e/ou pratica qualquer outra atividade pode ter dores musculares constantemente. Se você treina com frequência pode não ter tempo para deixar que seus músculos se recuperem naturalmente. Hoje trouxemos algumas dicas para ajudar nessa recuperação.


1. Massagem

Você pode usar uma bolinha como esta ou rolos de espuma e rolos para massagem. Esses itens não são caros e você pode usar sempre que terminar o treino ou sentir dores. Você também pode investir em uma máquina massageadora, pois são bem práticas. Se você pesquisar dá para achar alguns modelos bem baratos. De vez em quando você também pode fazer uma massagem relaxante ou desportiva. Vale a pena ficar de olho em sites de ofertas (como Groupon ou Peixe Urbano), para comprar com um preço promocional.




2. Sal Epsom

O sal Epsom (sulfato de magnésio) tem muitos benefícios, e um deles é aliviar dores e cãibras musculares. Ele também é usado para relaxar o corpo, além de aliviar entorses e contusões. Você pode usar durante o banho sempre que estiver com dores.




3. Gelo

Gelo deve ser uma das coisas mais conhecidas para aliviar as dores musculares. Use e abuse quando sentir dores. Atletas costumam literalmente entrar em banheiras com gelo! Você pode fazer compressas nos músculos afetados até que a dor suma.




4. Alongamento

Fazer alongamento também ajuda a relaxar e recuperar os músculos. Não deixe de se alongar antes e depois dos treinos. Quando estiver com dores musculares faça pequenas sessões de alongamento ao longo do dia nos músculos afetados.




5. Máquina de pressão de ar

As máquinas de pressão de ar ajudam a aliviar a dor e o cansaço muscular e melhoram a circulação do sangue. Elas são indicadas para quem pratica esportes, pois ajudam a remover o ácido lático. Elas são mais caras (a partir de 60 dólares), mas quem sofre de dores musculares constantemente pode querer investir neste equipamento. 




 
Até o próximo post!

Calendário da temporada 2017/2018

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Olá, tudo bem?

A temporada 2017/2018 já começou e este mês já teremos um evento importante (primeira etapa do Grand Prix Junior). Em setembro será o Nebelhorn Trophy, evento que definirá as vagas restantes para as Olimpíadas. O Grand Prix sênior começa em outubro, terminando em dezembro. Os nacionais mais importantes serão em dezembro ou janeiro. O evento mais importante será as Olimpíadas, em  fevereiro. O Mundial será no final de março. Segue a lista com os eventos mais relevantes. A lista completa dos eventos da ISU pode ser vista aqui (lembrando que eles não indicam as datas dos nacionais lá).

Fonte


Agosto


21 - 26 | International Adult Figure Skating Competition, Vancouver (Canadá)

23 - 26 | Grand Prix Junior, Brisbane (Austrália)

31 - 2 | (setembro) Grand Prix Junior, Alzburg (Áustria)

Setembro


6 - 9 | Grand Prix Junior, Riga (Lituânia)

14 - 17 | Lombardia Trophy, Bergamo (Itália)

20 - 24 | Grand Prix Junior, Minsk (Bielorrussia)

20 - 23 | Autumn Classic International, Montreal (Canadá)

27 - 30 | Grand Prix Junior, Zagreb (Croácia)

27 - 30 | Nebelhorn Trophy, Oberstdorf (Alemanha)

Outubro


4 - 7 | Grand Prix Junior, Gdansk (Polônia)

6 - 8 | Finlandia Trophy, Espoo (Finlândia)

11 - 14 | Grand Prix Junior, Egna (Itália)

20 - 22 | Grand Prix - Copa Rostelecom, Moscou (Rússia)

27 - 29 | Grand Prix - Skate Canadá, Regina (Canadá)

Novembro


3 - 5 | Grand Prix - Copa da China, Pequim (China)

10 - 12 | Grand Prix - Troféu NHK, Osaka (Japão)

17 -19 | Grand Prix - Internationaux de France, Grenoble (França)

24 - 26 | Grand Prix - Skate America, Lake Placid (EUA)

24 - 26 | Shanghai Trophy, Shangai (China)

Dezembro

 
6 - 9 | Golden Spin of Zagreb, Zagreb (Croácia)

7 - 10 | Final do Grand Prix, Nagoya (Japão)

19 - 24 | Nacional da Rússia, São Petersburgo

20 - 24 | Nacional do Japão, Tóquio

29 - 8 | (janeiro) Nacional dos EUA, São José

Janeiro


8 - 14 | Nacional do Canadá, Vancouver

15 - 21 | Campeonato Europeu, Moscou (Rússia)

22 -27 | Campaonato dos Quatro Continentes, Taipei (Taiwan)

Fevereiro

 

9 - 25 | Olimpíadas de Inverno, PyeongChang (Coréia do Sul)

Março


5 - 11 | Mundial Junior, Sofia (Bulgária)

19 - 25 | Mundial, Milão (Itália)

Abril


Team Challange Cup, sem sede definida (EUA)



Quais eventos vocês mais querem ver? 

Até mais!



Voltando a treinar depois de uma lesão: trabalhando o lado psicológico

domingo, 30 de julho de 2017
Boa noite!

A patinação é um esporte em que é preciso ter confiança em si mesmo. Muitas vezes os patinadores passam por algum problema que os abala emocionalmente, especialmente as lesões sérias. Hoje vamos dar algumas dicas para esses momentos com base neste artigo.


 Fonte


Faça tudo no seu tempo

Patine no nível que te deixa mais confortável. Você não precisa recomeçar exatamente de onde parou. Escolha um nível mais baixo que te deixe mais confiante e aos poucos vá voltando para o seu nível real. Você acabou se passar por um problema e não deve se cobrar demais.

Utilize equipamentos de segurança

Se você passou por uma lesão e está inseguro, é melhor usar algo que te dê confiança para recomeçar. Quando você estiver melhor pode deixá-los de lado. Já fizemos um post falando sobre esses equipamentos.

 Esqueça que tem pessoas te olhando

Se você está inseguro, tente fingir que não tem ninguém por perto te observando. Tente também não se preocupar com o que os outros podem pensar de você.

Patine com alguém

Se você estiver inseguro demais, patine com um amigo ou com seu treinador. Peça que essa pessoa fique demore ao seu lado e dê voltas e voltas no rink até que você se sinta confiante o suficiente para patinar sozinho.

Ouça seu médico

Só volte a patinar quando seu médico te liberar, e siga direitinho as recomendações do mesmo. Esqueça o calendário de competições. O mais importante agora é você se recuperar bem. Tire o tempo necessário para isso.


Também fizemos um post específico para quem se lesionou e ainda não está 100% bem fisicamente. 

Até o próximo post!


© Figure Skating Brasil - 2017. Todos os direitos reservados.
Design by: Thays Martins.
imagem-logo